Novo modelo da CNH; mais modernidade e segurança.

O novo modelo da CNH será confeccionado com tinta que brilha no escuro, em tons verde e amarelo. Além disso, o condutor poderá escolher por utilizar a versão física ou digital. Saiba mais!
novo modelo da CNH
Fonte: Google

O ano mal começou e muitas novidades já surgiram. É o caso do novo documento utilizado por motoristas no país, a CNH (Carteira Nacional de Habilitação), que terá cara nova a partir de junho deste ano. O anúncio foi do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), que apresenta um modelo mais moderno e seguro.

As alterações a serem realizadas pelo Contran na carteira de motorista dos brasileiros, inclui emissão no formato físico e digital. Dessa forma, o condutor não precisará andar com o documento impresso como de costume, pois segundo a Lei nº14071 de 2020, a nova versão digital também é válida e pode ser utilizada como identificação.

Para isso, o condutor precisa baixar o aplicativo CDT (Carteira Digital de Trânsito), a versão digital da CNH, disponível para os sistemas iOS e Android. É possível baixar também o Certificado de Registro e o Licenciamento do Veículo (CRVL); mas para utilizar a versão do CRVL online, é preciso verificar se o Estado adotou a emissão desse modelo.

Novo modelo da CNH; descubra quais condutores precisarão aderir a mudança.

A transição para o novo modelo da CNH vai ser obrigatória para novos motoristas ou condutores que renovarem a carteira após o mês de junho. Demais motoristas, que não se encaixarem nos critérios exigidos, por enquanto não precisam se preocupar. Isso porque ao realizar a renovação, a mudança para o novo formato será para todas as categorias.

A nova carteira será válida para todos os condutores, inclusive aqueles que estão em posse da PPD (Permissão Para Dirigir) – autorização concedida temporariamente para iniciantes, que terá a letra “P” na identificação. Enquanto os motoristas com carteira definitiva, terão a letra “D” no documento para diferenciar.

O objetivo principal dessa mudança é acrescentar mecanismos para maior segurança, com intuito de evitar adulterações na CNH, e também adicionar mais informações dos condutores. O novo modelo visa a aproximação do documento brasileiro com o padrão de nível internacional. E para garantir a autenticidade, a CNH nova terá tinta diferente, que brilha no escuro, visível apenas utilizando luz ultravioleta.

Confira as principais alterações:

novo modelo da CNH
Fonte: Google

A princípio, a mudança mais perceptível será nas cores. Atualmente, a carteira vigente é confeccionada em tons esverdeados, enquanto no novo modelo da CNH, a cominação será nos tons de amarelo e verde. No campo superior, a assinatura do condutor ficará abaixo da fotografia; sendo que no modelo atual fica no verso ou parte inferior, após a dobra.

A parte inferior da carteira passará por outras alterações. Logo, a nova versão terá uma espécie de tabela (quadro), com imagens de veículos juntamente com o código da categoria correspondente. Dessa forma, a categoria que cada condutor está habilitado estará assinalada nesse quadro.

Além do mais, abaixo desse campo vai ter um espaço especialmente para observações, como eventuais informações de restrições médicas. Também servirá para identificar se o motorista exerce atividades remuneradas, será o caso dos motoristas de aplicativos. Contudo, nome, foto, filiação, CPF, nº do registro, data de nascimento e validade do documento, vão se manter na frente da carteira.

Novo modelo da CNH também na versão digital, entenda!

Como dito anteriormente, a nova carteira de motorista também poderá ser emitida no formato digital, através do app da CDT. Essa opção já está valendo para quem tem feito a renovação da CNH, e fica disponível no Smartphone, podendo ser apresentado no momento da identificação do motorista.

Além disso, no aplicativo é possível conferir dados de veículos em nome do motorista, infrações e campanhas de educação no trânsito. O modelo atualizado segue com QR Code, introduzido no documento em 2017, uma opção que permite a leitura dos dados do motorista pelo app.

A escolha de utilizar a carteira de motorista como identificação será livre. Ou seja, o condutor pode apresentar a versão digital ou física de sua carteira de motorista, e não vai ser preciso andar com o documento na bolsa. Mas fique atento, certifique-se com frequência se o aplicativo da CDT está funcionando, para não “passar apertos”.

0