Custo e despesas: a entenda a diferença entre esses conceitos

Embora pareçam representar a mesma coisa, custo e despesas são conceitos distintos. Entende-los bem pode ajudar a evitar comprometimentos na saúde financeira da empresa.
Anúncios


Custo e despesas
Fonte: Google
Anúncios


Embora sejam conceitos relativamente parecidos, custo e despesas são coisas diferentes. O custo é algo que está relacionado às atividades-fim de um empreendimento. Por sua vez, a despesa diz respeito a gastos que não estão relacionados com o produto final.

Compreender a diferença entre esses dois termos é importante para que haja o preenchimento correto de relatórios contábeis, por exemplo, bem como para o levantamento de indicadores que são essenciais para a avaliação do empreendimento.

Além disso, é fundamental fazer a distinção entre esses conceitos para que na hora de planejar as contas da empresa não haja surpresas. Toda empresa que é bem-sucedida passa primeiro por uma ótima administração do fluxo de caixa.

Anúncios


Por esse motivo, independentemente do setor no qual está atuando, é crucial para a saúde financeira da empresa que os números sejam observados de perto.

Caso você tenha alguma dúvida sobre o que é custo e despesa, então esse artigo é para você. Iremos abordar o que são esses conceitos, além de tratarmos sobre outras questões. Continue com a leitura e confira!

Custo e despesas: qual a diferença

Como dito anteriormente, tanto custos quanto despesas diz respeito aos gastos que uma empresa possui. Basicamente, são contas a pagar. Entretanto, não se trata da mesma coisa, são conceitos diferentes.

Porque entender esses conceitos é fundamental? Bem, o entendimento correto sobre o que significa cada um irá possibilitar que uma determinada operação seja avaliada melhor, ajudando na compreensão de quais são os pontos que precisam de melhoras, por exemplo.

Além disso, ter uma clara noção do que cada conceito significa é essencial para que a confecção de documentos e relatórios contábeis estejam sendo feitos corretamente.  

Anúncios


Classificando os tipos de despesas

Custo e despesas
Fonte: Google

Ao classificar as despesas corretamente, além de contribuir para manutenção da organização com relação ao controle do fluxo de caixa, é crucial para realizar o planejamento.

Isso porque ao classificar de acordo com as categorias facilita o entendimento dos gestores que precisam identificar para onde o dinheiro está indo, localizando oportunidades para promover redução de custos.

As categorias são tão importantes que, até mesmo, podem ajudar a identificar falhas nos processos, pois quando está havendo um gasto maior do que o previsto em um determinado setor, pode significar que esteja havendo problemas.

Despesas Regulares ou Extraordinárias

Basicamente esses dois são os primeiros dois grupos em uma empresa nos quais as despesas são divididas. Conheça abaixo um pouco mais sobre cada um deles:

Anúncios


  • Regulares: diz respeito as despesas que são previsíveis. Ou seja, aquelas despesas que a empresa tem condições de mensurar, em algum grau de certeza que haverá todo mês. Por exemplo, salários de funcionários, alugueis, entre outros.
  • Extraordinárias: são despesas da ordem do aleatório ou que são impossíveis de prever. Alguns exemplos desse tipo de despesa são multas, reparação de problemas, gastos com processos jurídicos, entre outros.

Despesas ou investimento?

Atualmente tem se tornado comum ouvirmos o termo investimento como uma espécie de sinônimo para despesa. No entanto, é importante ter um cuidado com esse uso, pois ambos são conceitos diferentes.

Muito provavelmente você já deve ter ouvido ou vivido a experiência de um vendedor se referir a um produto, em uma tentativa de venda, como um investimento. Contudo, isso é verdade somente se houver alguma expectativa de retorno futuro na aquisição daquele produto.

Um exemplo claro disso seria: imagine que uma reforma no prédio em que sua empresa está será reformado. Todas as estruturas serão mantidas, e o intuito é garantir de que não há nenhum problema com a rede elétrica. Sendo assim, essa obra será classificada como despesa.

Anúncios


Conclusão

Embora os conceitos custo e despesas pareçam significar a mesma coisa, fato é que não significam. Diferenciar esses dois termos é essencial para evitar problemas financeiros e contábeis no planejamento da empresa.

Uma vez que o custo possui relação direta com o produto, é possível ter uma percepção clara do custo da mercadoria, analisando o que foi dado como margem de lucro está dentro do esperado pela empresa. No caso das despesas, embora fundamentais, são itens que podem sofrer reavaliação, por exemplo, caso haja uma crise financeira.

Gostou do artigo? Compartilha com seus amigos, em suas redes sociais e ainda com os seus familiares. Não esqueça de ler outros artigos sobre o assunto aqui no blog relacionados a finanças, investimentos, empréstimos, bancos digitais e cartão de crédito.

Anúncios