Binance: conheça uma das principais plataformas mundiais em criptomoedas

Conheça quem é a Binance e saiba se ela confiável para cuidar dos seus investimentos.

binance
Fonte: Google

É bastante comum pessoas que estão interessadas no mercado de criptomoedas analisarem alguns dos nomes de corretoras que são os mais conhecidos entre os investidores. Nessa análise acabam se perguntando se a Binance é uma corretora confiável.

Atualmente a plataforma é a considerada a mais consolidada no mercado e tem chamado a intenção dos investidores devido ao seu portfólio de produtos e pela sua influência no mercado.

Contudo, muitos usuários que são iniciantes ou que desconhecem o que a instituição oferece acaba tendo dúvidas acerca da sua credibilidade, e se a Binance de fato disponibiliza ferramentas que são adequadas para atender as suas necessidades.

Nessa situação, é interessante ir atrás de maiores informações sobre a plataforma e o que é oferecido aos seus usuários, de modo que ao fazer a contratação do serviço você possa estar mais confiante e ciente do que está adquirindo.

Pensando nisso, desenvolvemos esse artigo para facilitar o seu conhecimento acerca da Binance. Nessa leitura você terá informações sobre tudo que precisa para fazer uso dessa plataforma.

Binance: o que é?

Fundada no ano de 2017, a Binance, também conhecida como Exchange, é uma corretora de criptomoedas, cujo foco está nas chamadas Altcoins, que simplesmente são as criptomoedas mais valorizadas e populares no mundo no momento.

Atualmente a plataforma disponibiliza mais de 100 pares de troca com moedas digitais diferentes, sendo a líder mundial em termos de catálogo. A empresa conta com clientes em quase 200 países, o que faz seu nome conhecido e uma empresa consolidada nesse mercado de investimentos.

Além disso, o serviço que a Binance presta ganhou notoriedade por causa de algumas de suas características enquanto empresa, como, por exemplo, o desenvolvimento de um token próprio, que contém benefícios e custos mais baixos para seus clientes. Todos os seus serviços podem ser acessados por meio da plataforma ou pelo app.

Pode-se considerar a Binance confiável e segura?

binance
Fonte: Google

Alguns investidores mesmo depois de conhecer o histórico da Binance ainda ficam reticentes com relação a escolher a plataforma. Eles ainda questionam se a empresa é de fato confiável e segura.

Isso acontece porque naturalmente o mercado de moedas digitais possui uma estabilidade menor se comparado com outros produtos. Por isso, o investimento nesses ativos requer uma corretora que seja excelente para que a segurança do usuário seja maior.

Portanto, é fundamental para o investidor definir se a Binance é confiável para ele antes de decidir de forma definitiva o que será feito. Existem fatores que ajudam a tomar essa decisão, mas um em especial queremos apresentar.

Fundo de créditos

Dentre os fatores que tornam a Binance uma plataforma confiável e segura e o fundo de seguro de emergência que a plataforma oferece. Conhecido pela sigla SAFU, o fundo é um dos diferenciais da Binance.

Inaugurada em 2018 a reserva aloca aproximadamente 10% do total das receitas e taxas de negociação que cobradas pelo fundo, para assegurar que os usuários possam contar com um aporte financeiro caso haja problemas com a corretora, por exemplo, falência.

Nesse mercado de moedas digitais, essa garantia de segurança é crucial, sobretudo diante de um mercado que é muito instável. Além disso, ter o fundo de créditos faz com que os usuários considerem o Binance como confiável.

Conclusão

No momento é a Binance é um dos nomes principais entre o setor das plataformas de investimentos em moedas digitais. Conhecer o que eles oferecem é sim recomendável.

Apesar de haver diversas opções de corretoras espalhadas pelo mercado, a maioria dos investidores acabam optando por plataformas que sejam mais consolidadas no mercado e que tenham credibilidade para gerar maior segurança a quem está investindo.

Gostou do artigo? Compartilha com seus amigos, em suas redes sociais e ainda com os seus familiares. Não esqueça de ler outros artigos sobre o assunto aqui no blog relacionados a finanças, investimentos, empréstimos, bancos digitais e cartão de crédito.

0