Valor de mercado da Apple atingiu a marca de US$ 3 trilhões.

Em 3 de janeiro de 2022, o valor de mercado da Apple atingiu a marca de US$ 3 trilhões e se torna a primeira companhia a alcançar este feito. Saiba mais!
Anúncios


apple
Fonte: Google
Anúncios


A “maçã” mais famosa do mundo ultrapassou na última segunda-feira a marca grandiosa de US$ 3 trilhões em valor de mercado. Em conversão direta, o valor equivale a quase R$ 17 trilhões; com isso, a Apple (empresa que oferece aparelhos eletrônicos como iPhone, iPod, iPad, Mac e outros) se tornou a primeira empresa dos Estados Unidos a alcançar este marco.

Por volta das 15h46m (horário de Brasília), as ações da Apple foram avaliadas em US$ 182,89, um grande feito pois, para atingir o valor de US$ 3 trilhões seria necessário US$ 182,87. Porém minutos depois, as ações da companhia recuaram, voltando ao patamar de US$ 182,51. No entanto, o dia foi encerrado com a cotação em US$ 182,01 (cerca de R$ 1.014) a unidade.

Anúncios


Por fim, o valor de mercado da Apple finalizou em torno de US$ 2,985 trilhões. O valor das ações da companhia vem subindo, e após Steve Jobs ter lançado o primeiro iPhone, o percentual aumentou aproximadamente 5.800% desde 09 de janeiro de 2007, ultrapassando e muito o ganho do índice S&P500 de 230% no mesmo período.

Valor de mercado da Apple – A grandeza da companhia

Para se ter ideia da grandiosidade, o valor de mercado da Apple equivale ao dobro do tamanho do PIB (Produto Interno Bruto do Brasil), que de acordo com IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2020 o valor foi de R$ 7,5 trilhões. Maior também que a economia do Reino Unido, e mais valiosa que empresas da Alemanha listadas na bolsa de Frankfurt.

Anúncios


Um momento marcante da Companhia e também para o mercado, que atinge essa marca com menos de 4 anos após superar o valor de US$ 1 trilhão. Portanto, a Apple iniciou 2022 em grande estilo, com expectativas de crescimentos ainda maiores, após novo recorde dessa semana.

Segundo Craig Erlam – Sênior Market Analyt (analista de mercado) da OANDA, essa conquista da Apple é fenomenal, e mostra o incrível domínio das empresas de tecnologia dos Estados Unidos. Além disso, o analista diz que a muito por vir; e isso nos leva a pensar quais resultados extraordinários e outros marcos a Apple irá atingir em seguida.  

Capital aberto na casa dos trilhões

apple
Fonte: Google

Desde 2018 a Apple vêm atingido recordes, onde foi a primeira empresa de capital aberto a alcançar o valor de mercado de US$ 1 trilhão. Enquanto a economia mundial despencava em 2020 devido a pandemia da Covid-19, a companhia se tornava a primeira chegar ao valor de US$ 2 trilhões. E no primeiro dia útil de 2022 a Apple bateu novo recorde.

Anúncios


Lembrando que, a única empresa mundial com valor de mercado maior que US$ 2 trilhões, é a Microsoft. Que em outubro do ano passado se tornava a empresa com maior valor de mercado no mundo, após as ações da Apple caírem. Tudo indica que a disputa continuará acirrada, pois estamos falando de duas gigantes do mercado.

Nada deve impedir o progresso no preço das ações da companhia, mesmo após a frustação de analistas com resultados do 4º trimestre do ano fiscal. Isso porque a escassez de insumos de silicone, componente primordial na fabricação de microchip, e as restrições devido o novo coronavírus em fábricas no Sudeste Asiático, resultaram em altos custos para Apple em mais de US$ 6 bilhões em vendas. 

Conclusão

Para finalizar, a Apple é uma empresa que atua no mercado a mais de 45 anos, a companhia é movida por vendas de iPhone, o principal e mais desejado produto. E como mencionamos anteriormente, após o lançamento oficial em 2007, vem gerando recorde de vendas bilionárias todos os anos. Isso significa aumento cada vez maior no valor de mercado da Apple.

Anúncios


Gostou do artigo? Compartilha com seus amigos, em suas redes sociais e ainda com os seus familiares. Não esqueça de ler outros artigos sobre o assunto aqui no blog relacionados a finanças, investimentos, empréstimos, bancos digitais e cartão de crédito.